5 restaurantes japoneses de SP para comer sushis e pratos típicos

Estes são os melhores estabelecimentos para experimentar os pratos da culinária japonesa na cidade de São Paulo, com direito a diversos rodízios!

Restaurantes Japoneses em SP
Estabelecimentos comerciais como restaurantes, bares e similares estão com atendimento presencial permitido até as 21h; com apenas 40% da lotação total.

Não é nada raro encontrar alguém em busca de um bom restaurante japonês em SP, especialmente aqueles que servem rodízios bem completos, que incluem desde os tradicionais sushis e sashimis até pratos quentes e outras “invenções” que são bem comuns nos restaurantes japoneses espalhados pelo Brasil.

Listamos aqui alguns endereços que valem muito a pena visitar, onde é possível comer bem e sentir um pedacinho do Japão.

Melhores restaurantes japoneses em São Paulo

Entre os melhores restaurantes de culinária japonesa na capital paulista estão nomes como Djapa, Sushi Isao e Aoyama; confira todas as dicas.

1. Djapa

Djapa
(@dicasbysafranca/Instagram/Reprodução)

Localizado em uma região tranquila, com espaço aconchegante e decoração charmosa, o Djapa é, sem dúvidas, um excelente restaurante japonês em São Paulo.

O sistema de rodízio possui pratos excelentes e variados, com destaque para a presença de ostras frescas e gratinadas.

Os garçons também são bastante prestativos.

Por fim, ele também tem opção vegetariana e vegana.

Dica: tem que chegar cedo, sempre tem fila.

Endereço: Rua Gaivota, 168 – Moema
Horários: de segunda a sexta, das 11h30 às 20h

2. Sushi Isao

Sushi Isao
(@changtsuli/Instagram/Reprodução)

Há anos o Sushi Isao é uma ótima opção no bairro da Liberdade.

Lá é possível experimentar pratos clássicos e modernos, em sistema de buffet livre com muita variedade da cozinha nipônica.

Os garçons são muito atenciosos e as donas também estão sempre pelo local.

Endereço: Rua da Glória, 111 – 2º Andar – Liberdade
Horários: todos os dias, de 11h às 15h

3. Sushi Hiroshi

Sushi Hiroshi
(@alemdomenu/Instagram/Reprodução)

A comida do Sushi Hiroshi é simplesmente deliciosa, super fresca, com porções grandes e muitas opções no cardápio, sendo servida a la carte.

O ambiente é excelente, limpo, com muitas mesas e espaço.

O atendimento é igualmente bom.

Normalmente, os valores ficam em torno de R$80/R$100 por pessoa, podendo variar dependendo dos pedidos.

Endereço: Rua Capitão Manuel Novaes, 189 – Santana
Horários: de segunda a sexta, das 11h30 às 14h30 e das 19h às 22h; sábado, de 12h às 15h e das 19h às 22h; domingo, de 12h às 17h e das 19h às 22h

4. Manihi Sushi

Manihi Sushi
(@coisasdemoema/Instagram/Reprodução)

O Manihi Sushi é bem bonito e agradável, a comida é mais “ocidentalizada”, mas muito boa, bem feita e fresca, sendo um dos melhores rodízios japoneses da cidade.

O atendimento também é excelente, equipe super bem preparada e amigável.

Endereços: Rua Apinajés, 1359 – Sumaré / Alameda Arapanés, 925 – Moema
Horários: de segunda a sexta, de 12h às 20h

5. Aoyama

Aoyama
(@fooderosos/Instagram/Reprodução)

Um dos japas favoritos de muitas pessoas de São Paulo.

O Aoyama tem várias opções bem diferentes, o que faz dele um restaurante não tão bom para quem busca algo mais “tradicional”.

Mas isso não quer dizer que a comida é ruim, pelo contrário, possui muita variedade, tudo bem feito, e é impossível degustar todas as opções em uma única refeição.

O ambiente é tranquilo, com destaque também para o ótimo atendimento.

Endereços: variados (clique aqui)
Horários: de segunda a sexta, de 12h às 20h

Explore também ↴

Minha história com SP é a mesma contada por muitos brasileiros. Vivi no interior de Minas Gerais por muitos anos até que me mudei para “a cidade grande” para estudar. E aqui estou, desde 2011. Atualmente sou formada em Marketing, e trabalho com criação e revisão de conteúdo para a internet. Uma das principais características da minha vida por aqui sempre foi a curiosidade por conhecer mais da cidade, ir a novos lugares (especialmente para comer). E agora, conto tudo no Mídia Paulistana. Uma frase que me define é: “Uma mineira fazendo poesia sobre os lugares que passa pela cidade de São Paulo.”